28 de jun de 2010

Umas coisas

Primeiro: não sabia que escrever em  blog era tão interessante e gostoso. Essa troca de comentários é sempre bem interessante. Fico sabendo o que algumas pessoas pensam quando leem o que escrevo. E não me importo em deixar o Anônimo comentar - e também não ignoro se alguém me xinga, fala que não gostou, ou qualquer coisa do tipo. Não estou aqui para receber elogios.

Segundo: a maioria das coisas que escrevo aqui como ficção recebe menos comentários do que o que escrevo como crônica ou crônica de segunda. Por exemplo: as miniaturas são sempre ficção; a mina do cara também. E o que mais escrevo aqui é ficção. Não uso o blog para um diário ou confessionário. (Que fique bem claro que nada tenho contra, viu?).

Terceiro: é muito legal ver como as pessoas escrevem, suas opinões, seus gostos. Isso aqui será muito útil para quando eu começar a pesquisar a vida das meninas - vou conhecê-las e aí vocês vão ver só... Vou descobrir a verdade por trás das mulheres...  Ah vou!...

Quarto: fiz algumas amizades virtuais aqui bem legais! Eu reparo que geralmente são as mesmas pessoas que me visitam, comentam. E com isso forma uma rede, pois vou lá, leio, e às vezes comento. Aproveito para dizer que leio mas não é sempre que comento. E as respostas dos comentários geralmente são dadas diretamente às pessoas. 

Quinto: acabo - neste exato momento - de conversar profissionalmente com a Manu (desta crônica) para minha peça ter diretos autorais, e também para ela chegar a mais produtoras e então ser encenada. O Anônimo - que acredito que seja meu melhor leitor - me recriminou pelo que escrevi. Não tem problema, cada um sabe da sua vida, e como aqui quase ninguém tem ideia de quem eu seja no mundo real, eu não tenho que dar explicações e também nem quero explicar nada a ninguém sobre o que eu vivo.

Sexto: estou no facebook. Pode me add. Sou um cara cybernético agora!

Sétimo: fui à Leitura e vi o nome livro do L.F. Verissimo. É claro que depois vou comprar e ler. E tem também um livro dele com o Zuenir Ventura; é uma conversa entre os dois numa fazenda abordando determinados assuntos. (Pra galera que só me lê falando do R. Fonseca isso aqui!) Pois é, eu sou um cara que frequenta esse tipo de lugar. Uma vez me perguntaram, com cara de desaprovação: "mas você lê o dia inteiro?"

Oitavo: a lenda do blues diz que o camarada chegou numa encruzilhada (croosroads) e escolheu o pacto com o diabo para fazer o blues. Graças por isso, pois hoje escutamos um blues maravilhoso! E sempre tem isso nas lendas, nas histórias, em tudo. Então, para o oitavo eu colocarei uma foto da divisa entre Brasil e Argentina, em Foz do Iguaçu, com uma legenda do Guimarães Rosa, do conto A terceira margem do rio.
"Cê vai, ocê fique, você nunca volte!"

Nono: quinta-feira fui a feirinha da Savassi para tomar um caldo de feijão; adoro feira - para comer, claro. E no caixa da barraquinha havia um menina gorda, pobre, pedindo dinheiro para uma rifa. Eu tinha as moedas trocadas no bolso (3,50), e uma nota de 10 que não queria trocar. Ela me abordou pedindo para comprar uma rifa "da escola". Olhei para o papel e parecia um jogo de 7 erros, e perguntei qual era o prêmio. Não havia prêmio; custava 0,25; olhei para a menina e dei a ela 1 real. Fiquei com 2,50 no bolso, que era o preço do caldo; surpresa: o caldo custa agora 3 reais.  Olhei para a menina e vi sua cara infeliz, uma cara de quem não tem o que comer, o que pensar, o que viver. Troquei minha nota de 10. O caldo estava ótimo. E ela, será que conseguiu comer algo? (já escrebi sobre isso aqui, mas era na outra esquina). E você, o que faria?

12 comentários:

VaneZa disse...

Nossa! Você tem sangue frio! Aceita os "corajosos" anônimos te xingarem.
E você acredita mesmo que vai descobrir a verdade por trás das mulheres... seu otimismo é algo fascinante.
Sorte a sua que não existe nada impossível...

AbraçozZZz

VaneZa disse...

Sim, claro que pode. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Canto da Boca disse...

Décimo: a tarefa é ampla e impossível, porque vc nunca, nunquinha, vai descobrir o que se passa no coração, na razão e na alma de uma mulher, mas continue tentando. Risos.

Eu gosto também desse movimento de ir e vir proporcionado por quem usa o blog como uma ferramenta de comunicação.

Beijo!

Gisele Freire disse...

Gostei de ler teus ítens aí, gosto um bocado da maneira que vês as as coisa :)
Abraço my friend!
Gi

Sylvio de Alencar. disse...

boa sorte!
:)

patricia disse...

supongo que nunca un caldo pudo haber estado más sabroso!
besitos.

Cristina Maria disse...

Anônimo é uma opção...que bom que vc permite que eles comentem, teve uma pergunta sobre a Lara que motivou a retirada de um comentário...mas tudo bem, tem todo tipo de gente, uso blog pois é bom escrever, ler interagir com o gosto sobretudo literário das pessoas, sempre tem que pense de forma distinta, use a plataformar para outras finalidades, seu blog é bom cara, estou acompanhando a um tempinho, a Lara é uma líndona mesmo...gostei da foto do trecho do rio...e continue, as vezes existe alguma exposição, ela também acontece na vida real, outra não se preocupe em explicar o que é real ou ficção, cada um vê como, o Silvio Alencar tem um trecho bem interessante no blog dele que diz, que não sabe se é isso ou aquilo e que não tem pretensão quanto a isso (mais ou menos isso, não exatamente nessas palavras)...siga cara, sempre! Talento, alento...


Cordiais saudações da Cris

Luna Sanchez disse...

Hummmm...sendo assim, vou fazer uma pergunta : por que comentários moderados?

Não deixo de ler e comentar posts dos blogs que gosto e acompanho, por conta dessa opção, mas que fica algo "mais distante", fica. Não acha?

Beijo pra ti, moço.

ℓυηα

A Mina do cara! disse...

Luna, tem moderação para eu receber os comentários no email.

___
Cristina, valeu!

___
O Canto da boca sabe que nunca chegarei lá... mas se diverte sabendo disso, não é mesmo?
__
A Gi tem um bom gosto fora do comum.
_

E A Mina do Cara um dia será nossa!

Valéria Sorohan disse...

O teu tema hoje foi magistral. Adorei a sua capacidade de dizer tantas coisas ao mesmo tempo.. Parabéns



BeijooO*

Luna Sanchez disse...

Ah, mas se for só por isso, tu pode recebê-los por e-mail sem moderar, como eu faço, por exemplo. Essas opções são desvinculadas. ;)

* Desculpa, fui intrometida. Lá no Céu Aberto, que é um blog que faço com seis amigas, os comentários são moderados porque tivemos um probleminha com um leitor-perseguidor maluco. Uma pena!

ℓυηα

Patrícia Castro disse...

Gostei da sua sinceridade, achei suas ideias muito interessantes. Isso de amizade virtual é assim mesmo, às vezes sinto que um dia posso sentar numa cafeteria e tomar um café e conversar longamente com um amigo que fiz na internet. Abração