8 de dez de 2012

Uma crônica de amor


Era seu aniversário e eu perguntei, você quer uma crônica de amor ou de sacanagem? Ela respondeu, de sacanagem. Eu queria ter escrito de amor.

Não demorou e ela veio, amor, escreve uma crônica de amor pra mim agora. Ri e disse, escrevo.

Já tinha tempo que eu queria escrever-lhe uma declaração de amor. É bom isso, faz bem. Ainda mais que ela está brava comigo só porque vim pra casa e não fui ao shopping com as crianças.

Tem dia que não gosto de sair de casa à noite. Não sei de onde veio isso, mas essa história de ser sagrado sair sábado à noite está por fora.

Estávamos no veleiro em Angra, tudo lindo e maravilhoso, nós dois deitados, abraçados, olhando o céu. Eu disse a ela, se isso fosse um romance de Hollywood o céu estaria estrelado. Ela riu, nos beijamos.

Começamos a namorar.

O dia a dia é agradável, o relacionamento é bom, existe respeito, companheirismo, harmonia, amor. E o mais interessante, existe a vontade de estar junto, ser um casal feliz, mesmo sem um álbum no Facebook distribuindo sorrisos.

Ter uma boa pessoa ao seu lado é muito bom. Faz bem.

Daqui a pouco vou ligar para saber como estava o shopping.

Hoje teve casamento da minha prima, show do Planet Hemp, cinema no shopping.

Fiquei em casa escrevendo uma crônica de amor.  Sábado à noite. Em casa, mas com o pensamento nela. Quer prova de amor maior que esta? Estou gritando aos quatro cantos que te amo.


6 comentários:

Lívia disse...

E eu? Te amo.... um pouquinho mais! ;-)

Bandys disse...

Poww ,quanto amor hein!!!


Beijos

:)

Thiago Castilho disse...

O amor é lindo. Parabéns. Lembre-se: o amor é cuidado do outro. Então, cuide bem dela. Aquele abraço.

byTONHO disse...



Escrever sobre AMOR,
é uma "doce doença crônica", CARA da Mina!

Muito Bom, obrigado pela visita.

Abraço-tchê!

:o)

Anderson Lopes disse...

Lembrei-me de uma música:

"olha o que o amor me faz
Me deixa sem saber como agir
oooo
Nada será capaz
DE apagar esse amor em mim..."

[Sandy e Jr.] kk!

Belo texto, meu caro!

Mina Cara disse...

É amor demais galera!

Um beijo e um queijo.

A Mina do Cara te ama!