1 de abr de 2010

Tudo isso num dia só

Ningém acredita quando eu conto minhas histórias, às vezes. E isso que não sou de mentir. Só que esta aqui até parece, mas é a pura verdade.

Convidei uma mulher para sair e ela aceitou. Até aí tudo bem. Mulher linda, tinha tempos que eu admirava sua beleza. Queria sair com ela de qualquer jeito. E sempre que eu convidava parecia que ela escondia algo.

Enfim fomos ao Grug Beer, ali perto da Savassi mesmo. Mais perto para os dois. Ela queria um barzinho em Santa Teresa, mas eu preferi ali. Não gosto de dirigir muito.

Ficamos conversando como dois amigos cerca de uma hora. Conversa vai, conversa vem, fui aproximando até dar um beijo em sua boca. Pronto, estava dado o primeiro beijo. De agora em diante era tudo lucro. Ou quase.

Reparei que um casal nos olhava muito, e ela sempre escondendo deles. Perguntei o que fazia ela para esconder e nada me respondia. Deixei pra lá. Foda-se!

Nisso apareceu um camarada me socando a cara sem dizer nada. E então ela disse: O que é isso Marcelo? Está louco? Devia mesmo. Me socando sem mais nem menos. Claro que não deixei quieto e fui pra cima. Consegui dar um soco na cara só e o segurança já nos tirou.

O gerente chamou a polícia mas eu não quis dar queixa. Vou dar queixa de um soco? Vou é descontar, pensei na hora.

E não deu outra. Segui o filho da puta até a porta de sua casa; agora ele estava com a mulher, Talita. A filha da puta nem me disse que namora.

Fiquei meia hora esperando por eles e nada, não apareceram.

Fui comer um sanduíche no tiozinho ali em frente ao Mc Donalds.

Comecei a conversar com duas meninas e elas me convidaram para uma festa no Santo Antônio. Essas mulheres só gostam de nome de santo, pensei. Fui com elas.

Cheguei lá e já comecei a converar e beber cerveja. Depois da quarta ou quinta um cara veio e perguntou, quem te convidou? Respondi que as meninas. Elas disseram que me conheceram na Savassi e me convidaram. Pediu para eu ir embora. Mandei se foder! Outra briga no mesmo dia por culpa de mulher!

Dali fui novamente comer algo. Sempre que brigo tenho fome. Lembrei de tudo o que me ocorrera durante o dia. Faltavam dez para a meia noite. O que mais poderia acontecer comigo ainda neste dia?

Nada. Faltava um minuto e nada aconteceu de errado. Ufa! Ainda era primeiro de abril.

5 comentários:

Anônimo disse...

Claro que não deixei quieto e fui pra cima.
_________________


ahahahahah

Mandake


pffffiiiii aqui em casa, no dia da verdade 02 de abril. Espero chegar!
Abraços

Cristina Maria disse...

Eu juro que cai no conto...

Menina disse...

ehehh.. Muito bom!! Caí também! Mas por que a traidora tinha que ter um nome igual ao meu. Temos que reverter a situação. As Talitas estão ficando com fama muito ruim.
=x

Beijitos!

Menina disse...

Adorei a dica de música. Até coloquei no post e dediquei a você.
Obg.

beijos!

Hotel Crônica disse...

Também caí...
Tava lendo e pensando:
Que isso ! como ele não me contou isso antes ?!?! Será possível que aconteceu ?
Só no fim me dei conta...
Isso porque você já tinha me passado uma muito pior no dia 1 de abril né?
ahahahahahahah