22 de nov de 2011

Olha a merda que deu (12)

Quando conheço uma mulher eu sempre presto bastante atenção ao que ela fala, sempre interessado no assunto, pergunto algumas coisas, faço umas piadinhas, busco informações sobre ela. Dessa vez demorou a cair a ficha.

Logo que nos conhecemos pensei, essa vai dar rock. Saímos, conversamos, bebemos, ficamos algumas vezes. Era sempre muito bom sair com ela. Estava sempre linda, na maioria das vezes vestia vestido curto, usava argolas – eu adoro mulher com argola.
Seus cabelos cacheados presos aos meus dedos, nossas bocas ligadas, maravilhoso!

Poucas vezes conversávamos assuntos sérios. E uma das vezes ela me disse que quando mais nova não gostava dos meninos que começavam a gostar dela, logo arrumava um jeito e saía à francesa.

Foi a primeira vez que transamos, o dia dessa conversa. Eu nem pensei nisso, nem lembrava que ela falou isso. Fui lembrar depois, agora pra falar a verdade. Só agora eu lembrei.

Nesse dia eu entreguei a ela um poeminha que escrevi, todo apaixonado. Eu não queria dizer que nos amaríamos o resto da vida, não queria dizer que seríamos um casal de propaganda de margarina com dois filhos lindos e um cachorro andando pela casa. Não queria dizer nada além do que estava escrito. Nada além daquelas cinco palavras que escrevi.

Só agora eu percebi por que ela arruma desculpa toda vez que a convido para sair. Leitor de livros policiais tem disso, não para um minuto sequer de desvendar o assunto.

Só agora eu vi a merda que foi escrever “eu sou apaixonado por você”.

12 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Certas coisas é mesmo melhor não dizer, ou escrever.

Alline disse...

Aiiiii... e agora o que será de mim? Eu também disse isso... rsrsrs

Luna Sanchez disse...

Rs

Se não tivesse escrito nada e mandado um "Adorei te comer!" na despedida, não teria feito esse post, néam?

;)

Beijos, guri.

A Mina do cara! disse...

Por que, é mesmo, mas essa história de ser escritor faz a gente escrever para tudo...
abraço
__

Alline, vamos torcer pro cara não ser igual a mina... rs
beijo
__

Luna, e o romantismo? ;)
Beijo

__

Então galera, estou sem computador em casa, e a net lá é uma merda. Por isso estou em falta das visitas nos blogs amigos. Logo voltará ao normal e eu voltarei a passear pelos blogs.

Neste momento estou na escola cuidando de duas alunas fazendo prova. A vida é assim mesmo...

A Mina do Cara te ama!

Maggie May disse...

fez tudo errado! kkkk

Elisa Cunha disse...

Que merda kkkkkk

A Mina do cara! disse...

Maggie, pior que fez tudo errado mesmo...
beijo
_

Elisa, e das grandes, não?
beijo

__

Nunca canso de falar A Mina do Cara te ama!

Lucí disse...

Fez tudo certo, só errou a mulher!
;)

Gislãne Gonçalves disse...

Olá,
Amei teu espaço, por isso a partir de hoje sigo-te
Gostaria de te convidar para visitar meu blog

Beijos

Sandro Ataliba disse...

Pense pelo lado positivo. Pelo menos você escreveu DEPOIS. rs

Luara Q. disse...

Adorei tudo que li aqui, quanto encanto!

A Mina do cara! disse...

Laura, valeu! Volte sempre...

__

A Mina do Cara te ama!