19 de set de 2010

Umas e outras

1) Vou deixar este domingo para falar algumas coisas que eu penso fora da ficção. Escrever ficção em primeira pessoa aqui no blog é muito legal, os leitores creem que é verdade, alguns me perguntam qual o nível de verdade na história. Eu me divirto muito com isso aqui! Mesmo Umas e outras significando "biritas" aqui em  BH - "vamos tomar umas e outras?" - falarei sério hoje. 

2)Por aqui as coisas estão bem, pelo menos é o que falam os jornais. Não chove há mais de três meses, as árvores sendo derrubadas, os caminhos de terra crescendo, e mais e mais carros nas ruas poluindo, soltando fumaça preta na cara de todos, sem problema algum. E quando alguém fala, "precisa de ciclovia a cidade", aparece algum desses políticos e diz que vão pensar no assunto, que pretendem planejar uma reunião para tal assunto.

3) Falando dessa corja, me questiono há um tempo o seguinte: será que o governo Lula será lembrado como aquele que endividou a população e ao mesmo tempo fez os banqueiros lucrarem como nunca? Você conhece alguém que não tem uma prestação a pagar com juros? Esses carros todos, vendidos com imposto até não ter onde, com prestações de anos, com mais isso e aquilo, e ainda por cima, depois de pegar o carro você vai para a estrada, e chegando lá você paga pedágio para trafegar na mesma estrada que o seu imposto "cobria". Já que hoje estou sarcástico mesmo, vou avcalhar: esse cobria cabe bem para a coberta de um desses safados, não?, já que nossa grana vai para a conta deles.

4) E não é só isso. A garganta seca me tira o sono, algo que nunca aconteceu. Nunca tive problemas para dormir, só que agora, com essa seca terrível, tenho. O ar seco, os carros, os caminhões, toda essa fumaça no ar, a falta de água, e esses safados fazendo campanha dizendo que vão melhorar isso e aquilo. Vou deixar pra lá agora e falar de gente boa e honesta.

5) Ontem, exatamente nove meses depois dela ter ido embora, eu senti vontade ter uma namorada, e não é uma qualquer, era a amiga que estava comigo. E por apenas um motivo - não é motel no caminho de casa. Ela estava com a perna cansada e doendo, reclamando todo o tempo disso, e com uma saia tampando as nádegas - apenas - e com um salto alto. E toda hora falava, "ai que saco, esse salto tá me matando". Falei só uma vez, agora, se fosse namorada, teria dito a noite inteira, "e precisava disso? Bem feito!" 

6) Com a garganta doendo tem tempo que não bebo cerveja. Só bebi um vinho na pizzaria há uns dois ou três finais de semana. Às vezes sinto falta, outras não. Como é que as coisas são, não? Eu tenho medo só de uma coisa, deixar de beber e a galera me botar pra escanteio, dizendo, "sai pra lá, seu careta!" 

7) Vocês precisam ver como a Lara está linda! Ela é minha parceira - ela é a mina do cara do blog. De lacinho e tudo! Mais tarde vou passear com ela na rua, pra ver se alguma mulher me para e pergunta, essa cachorrinha tem telefone? Será que isso rola?


8) Continuarei escrevendo ficção. E falando verdade, claro.

10 comentários:

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Esfinge dor ou És fingidor? :D

Vi e Ouvi Por Ai disse...

Quantos desabafos e assuntos diferentes para um domingão??? hehehehe... ás vezes a ficção realmente parece verdade e a verdade ás vezes parece ficção, dá para entender???hehehehehe...Adoro isso tudo!!!

Beijoss e ótima semana!!!

Vivian

so sad disse...

mas não existe um pouco de verdade na ficção?
com relação a pedagio sempre tenho raiva de pagar, devia nao ter ipva e pagarmos pedagio nas estradas assim só paga quem usa.
beijo!

Cristina Maria disse...

Meio ficcional, meio real, como existencialista que sou sempre reflito entre um e outro, não aguento mais impostos, não culpo o Lula só, é um sistema mais antigo Marcio, salvam nossa existência, nossos amores, animais de estimação, a literatura a poesia a música, as vezes tenho a impressão de que tudo será sempre como sempre foi com algumas variações do mesmo tema.

Beijo!

Valéria Sorohan disse...

Para mim, tudo o que você escreve é verdade independente de ser ficção.

BeijooO*

Anônimo disse...

Por esses dois motivos que te admiro
por escrever ficção e falar a verdade
quase acreditei quando você falou
sobre a cidade, carros, poluição, o governo Lula, banqueiros...etc. e tal,
quase viu

Deixando a fixação de lado, seu fã

Abraço

A Mina do cara! disse...

Francisco, essa é uma das minhas grandes dúvidas, sabia?
_
Vivian, valeu!
_
So sad, se nós pagássemos uma vez só tudo bem, agora, nós pagamos duas vezes a mesma coisa; e o governo também recebe duas vezes. e pra onde vai a verba?
_
Cris, não é só o Lula. Ele é o presidente, o responsável pela Nação. não?
_
Valéria, assim eu nem durmo direito.
_
Anônimo, e eu quase acreditei em você. Quase, viu...
_
GALERA: Eu tenho um fã!


A Mina do Cara te ama!

Manuela disse...

1)eu sou uma que sempre acho que você ta contando da sua realidade. rs

2)é verdade, estive em Leopoldina, Ubá e Rio Branco, tudo seco, várias queimadas.
aqui no Rio as vans são as campeães em soltarem essa fumaça preta horroroza em nossa cara, cadê a fiscalização, cadê as vistorias que são feitas anualmente?
ciclovia? pra eles não é jogo, custo alto, eles querem é vender carro pra ganhar nos impostos.

3)eu tenho uma dívida q era de R$400,00 e em 4 anos ela está em R$4.000,00, vc acha q vou pagar? não mesmo, isso é roubo e o que eu faço? fico com meu nome sujo, pq não voud ar meu dinheiro suado pra esses banqueiros fdp que já estão com as bundas cheias de dinheiro... eu me arrependo amargamente de ter votado no Lula.
ele se mostrou um traidor calculista.

4)cambada de filhos da PUTA, chegamos ao ponto que não temos mais em quem acreditar, ninguém vale a pena.

5)ahahahaha... q maldade, vc deveria ter dito, "amor, faço uma massagens nos seus pézinhos lindos."

6)pior q esse medo é realmente verdadeiro!

7)kkkkkkkkkkkkkkkk a lara é realmente linda!

Luna Sanchez disse...

Gosto de textos em tópicos!

Também não tenho dormido bem e um dos motivos é o comportamento estrambólico do Barão.

Abraços (de longe) para a Lara (ela tem dentes, né? Pois é...) e um beijo pra ti.

ℓυηα

A Mina do cara! disse...

Manu, é isso aí!
_
Luna, os dentinhos da Lara são para a bolinha, as garrafas que ela brinca, as orquídeas de minha mãe... hahaha

_

E para você que leu e não comentou, um abraço e um beijo (para elas) do cara por trás d´A Minda do Cara!