24 de jan de 2010

Vamos que vamos

E vamos que vamos que janeiro chega ao fim rapidinho. E parece que nem vimos passar. É tanta desgraça que nem sabemos por onde ir para escapar.
Os dias correm. Nós não mais acompanhamos todas as mudanças. A cada minuto uma nova notícia, um novo estudo científico aparece nas notícias e nos damos conta de que faz mal tudo aquilo que compramos no supermercado.
Ano de Copa é assim mesmo. E neste janeiro desastrado a África do Sul ganhou um pouco de paz com a tragédia alheia. Logo volta ao normal e nós voltamos a ouvir sobre a Copa. E torcer para que nenhuma outra tragédia nos surpreenda desse modo.
***
Hope for haiti.

Um comentário:

Cristina Maria disse...

Gostei do texto, tempos de urgências, passado, presente e futuro desconexos.

Abraços