24 de out de 2011

Que Brasil é esse?

Nosso país é mesmo avacalhado, aqui ninguém respeita regras, leis, horário, professor, pedestre, deficiente. A cada dia que passa fico mais assustado com a cidade que vivo e com o país que vejo pelos noticários. Será que vamos passar vergonha na Copa de 2014?

Vira e mexe vejo por aí algum escândalo de corrupção, pessoas acusando outras disso e daquilo, uns provando e outros se contorcendo para escapar impune. E quando percebemos, os malabaristas conseguem sair elesos devido o tanto de tombo nos treinos. Aí está o segredo, nos treinos.

A escola é onde as crinças crescem. Com educação as pessoas desenvolvem melhor. Não estou falando em educação formal de escola, com regras e mais regras para decorar. Falo em educação de verdade, aprender a lidar com diferenças, aprender a respeitar regras, horários, tempos diferentes. E em nosso país, o Brasil da Copa de 2014, a escola não reprova o aluno. Você sabia que escolas estaduais não podem reprovar alunos que logo aparece alguém da Secretaria e diz assim: olha, esse aluno precisa passar de ano, a escola precisa de verba, e com o número elevado de reprovações nossa verba é baixa; passe-os, todos quanto puder.

E assim vamos ensinando que pelas coxas tudo se pode. E essa lição todos aprendem com muita facilidade.

Logo cedo ouvi falar bem da Lei Seca, que flagrou duzentas e tantas pessoas no final de semana. Tudo bem, agora, quantas pessoas beberam e dirigiram no final de semana? Vamos chutar baixo e dizer cem mil. Isso mesmo, cem mil embrigados ao volante e pegaram duzentas e tantas pessoas. E a mídia divulga como se fosse sério. Deveriam divulgar quanto – por fora, no caixa-dois – as empresas de bebidas pagam para não haver blitze.

Mas isso, no país do Ricardo Teixeira, não acontece. No país onde se constrói mais um estádio de futebol com verba pública para enriquecer pilantras oportunistas. Leitor sensato, me responda, por favor: se não há verba para melhorar a educação, a saúde, a segurança, para as estradas, para criar fontes renováveis de energia, como há verba para construir outro estádio de futebol?

Estou pensando em fazer um bolão para arriscar um palpite de quanto o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, lucrará com a Copa de 2014. Quinhetos milhões é chutar baixo? E você ainda pode escolher a moeda.

5 comentários:

Luna Sanchez disse...

E quando eu (eu e mais um batalhão, claro) digo que ser sede da Copa é inadmissível pra um país com a Educação e a Saúde sucateadas, ainda tem gente que me acusa de não ser "patriota".

Não sei lidar.

Um beijo.

Luna Sanchez disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria Sorohan disse...

Seguimos os piores exemplos, imitamos os melhores momentos quando o mundo inteiro já está a seguir cenas dos próximos capítulos.

BeijooO*

El Bode disse...

rezando pra 2012 cumprir sua promessa

A Mina do cara! disse...

Luna, realmente é difícil...
beijos

__

Valéria, o pior é que seguimos os piores exemplos mesmo.
beijos

__

El Bode, 2012 fez essa promessa? Rs...
Abraço

________

Pois é galera, está difícil para eu conectar, a internet onde moro é uma bela porcaria, apesar de morar em um lugar legal.

Para ter ideia, estou na escola nesse momento. E para finalizar, a Oi Velox, empresa da minha internet, que é uma porcaria, será a internet oficial da Copa 2014...

Um grande abraço e um grande beijo para todas as minas dos caras e pra todos os caras das minas.

A Mina do Cara te ama!