2 de mai de 2011

Pau Duro vai a psicóloga

Dotora, eu sou normal? Eu sei que é difícil responder agora, já que é a primeira vez que venho aqui, mesmo assim eu quero saber, sou normal? Aparentemente sim, sou normal. Às vezes parece que estou bravo, mas não é isso, é outra coisa. Cada um tem sua forma de demonstrar e a minha é sempre a mesma. Quer ver só uma coisa?

Não tive relacionamento sério na minha vida até hoje. Isso para muitas pessoas é o cúmulo, só que eu não penso assim. Cada um pensa com sua cabeça, foi assim que aprendi desde pequeno.

Eu era do time de natação da escola, acordava antes das seis para treinar todos os dias. Um belo dia, o melhor da minha vida, eu entrei no banheiro e fui tomar banho, depois do treino. Entrou a Cindi, a morena mais linda que já vi na minha vida. E olha que eu era pequeno nessa época. Eu aprendi a amar com ela.

Depois dela não consegui amar outra mulher. Tentei ficar com uma pensando na outra para esquecer a terceira, não deu. Tentei ficar sozinho, não deu. Fiquei sozinho na segunda e na terça, na quarta eu já fui ao cinema com a Dé – que mulher deliciosa, Dotora. Desculpe, tem problema falar como eu penso? Ótimo.

Com a Dé rolou tudo dentro do cinema. Mão ali, mão lá. Foi lindo de ver. Eu olhava para frente com a mão para o lado. Ela olhava para mim, com mão em mim. Eu olhava para a tela para tentar disfarçar – o cinema estava cheio. E eu estava de samba canção de seda. Fiquei todo vermelho, de vergonha.

Eu pensava na Li enquanto a Dé e eu nos amávamos no cinema – assistindo desenho em 3D.

No dia seguinte, quinta, liguei para Li. Não posso pensar só em uma mulher! Essa mulher não sai da minha cabeça. (Se fosse rebolando...)

Fomos comer no Japonês. Ela é a mulher mais linda que eu já vi na vida. Nós comíamos e conversávamos e ríamos e nos divertíamos. Eu olho para os olhos da Li e penso, ela é a mulher mais linda que já vi neste mundo. Eu penso isso e lembro das sacanagens que eu a Fla fizemos em Búzios, no ano passado.

Fui chamado de canalha e filho da puta, no restaurante. Estava jantando à luz de velas com a Fê, e nisso apareceu a Clô e a Vivi juntas, as duas primas de Aracaju, e me xingaram, jogaram vinho em mim e foram embora. Não sou isso que elas falaram. Eu amo as mulheres, amo todas. Não prometo nada a nenhuma mulher, dou meu amor a elas – todas elas.

Teve um dia, Dotora, que eu fiquei assustado. Foi de ontem pra hoje, sexta. Esse mesmo dia do jantar. Depois do que aconteceu no restaurante, Fê me deixou e foi pra balada – fez questão de dizer. Do restaurante já liguei pra Pri, que estava de bobeira em casa, passei para buscá-la. Passamos a noite no motel.

Quando enfim dormimos, sonhei que estava no paraíso, com a mulher dos meus sonhos ao meu lado, passando a mão em mim e me deixando pronto pra guerra. Acariciava minhas companheiras e falava no meu ouvido: tesão, quando é que vai ser só meu? Ao terminar a frase apertava e repetia: meu tesão, quando é que vai ser só meu? Parecia um brinquedo na mão dela. Desses de apertar e fazer barulho.

Acordei com a Pri, pensando em Ana, atrasado para minha primeira consulta – nervoso por não saber como me comportar diante de uma mulher que fica o tempo todo me olhando, interessada; já falei que adoro mulher de óculos, Dotora?

Dotora, olha bem pra mim e responde: se eu fosse seu, o que faria comigo?

14 comentários:

Long Haired Lady disse...

um dia essa disposição pode acabar… não pode? rsrsrsrs

Cristina Maria disse...

Eu faria um estudo de caso, chamaria uns colegas de profissão e analisaria o caso.

Ass: ''Dotora''

Valéria Sorohan disse...

"Homem é aquele que quer comer todas as mulheres do mundo enquanto sua esposa não dá para mais ninguém além dele."
Chico Anysio

BeijooO*

Florisbella disse...

Confesso que fiquei com medo de ser a Ana, Vivi, Maria, Juliana, Fernanda desse cara haha

Beijos da Flor

A Mina do cara! disse...

Long, ele torce para não acabar nunca... beijos

__

Cris, certa resposta! Rs.
beijos

__

Valéria, ótima frase!
beijos

__

Flor, medo? Tem gente que queria ser Ana, Vivi...
beijos

___

E você aí, leu, não comentou, e tá lendo os comentários? Pois é, não fique acanhado(a) dianta deste personagem. Ele é o mais adorado aqui, na Mina do Cara!

Beijos e abraços do Cara por trás da Mina do Cara.

Por que você faz poema? disse...

Pão duro vai à psicóloga.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

ai, ai
eu cá de minha parte, sempre achei um grande elogio à minha pessoa, um homem ficar de pau duro por mim....

bem, penso agora que ele podia ser assim, estar comigo, pensando na outra, se preparando pra buscar a Pri de bobeira em casa.
Puxa...então os homens são como as mulheres nesse quesito?

ehheehehhe

Aaai... disse...

Normal? Diria que seu seria atípico.

E esse, se eu fosse seu, o que faria comigo? Quer mesmo uma solução?
Você é o pau mais duro e sinistro que já se ouviu falar. Hahahaha.
Então aproveite!!!

Como diz a Long, um dia essa disposição pode acabar… não pode?

Beijos da bonitinha da turma dos QC.

A Mina do cara! disse...

Por que você faz poema?, quem sabe ele também vai, só acho difícil pagar...
abraço

__

Walkyria, dizem que esse é o maior elogio que um homem pode dar a mulher. Verade?
beijos e to indo lá agora...

__

Aaai, cuidado que espalhando assim o cara por trás da Mina do Cara pode ser confundido com o personagem e atrair várias fãs... ques cara...
beijos pro cê.


____

E você aí que está lendo os comentários mas não vai comentar nada, deixe de ser egoísta e diga o que achou...

Um beijo e um abraço, e lembre-se: A Mina do Cara te ama!

Alline disse...

Eu ri - enquanto você falava da Li eu me sentia ali, na história. Li eu também sou. ;)

Beeeeeeijo!

Hotel Crônica disse...

Não sei que a Doutora deveria fazer.
A única coisa que ela pode é passar a mão na cabeça desse paciente, como se ele não tivesse problema algum...

A Mina do cara! disse...

Hotel, eu também acho que ela poderia passar a mão na cabeça dele e fazer uma massagem, talvez o problema nem seja na cabeça...
abraço


______

E pra você um abraço e um beijo. Com um bihete assim: A Mina do Cara te ama!

Cris Cajuína disse...

"Dotora, olha bem pra mim e responde: se eu fosse seu, o que faria comigo?"
O que alguém ainda nao fez com vc?
Se estiver disposto...
"Dotora" Ana Cris
kkkkk

A Mina do cara! disse...

Uai Cris...

beijos