3 de jan de 2010

Ano novo de promessas

Como de costume começamos o ano desejando demais e cumprindo de menos. Sempre rola uma promessa de fim de ano para ser cumprida no próximo. Claro!
Eu mesmo prometi uma porção de coisas. Prometi até parar de fumar; mesmo eu que não fumo.
Fazer exercícios, ler todos os dias, estudar bastante, aprender outra língua. Sempre rola uma promessa.
Rola a promessa de escrever com mais frequencia aqui.
Um amigo prometeu escrever tudo certinho de acordo com a nova ortografia. Ela não é tão nova assim e não mudou em nada, mas ele prometeu. E eu também vou prometer.
Um conhecido de uma amiga prometeu aprender a tocar todas as músicas do Tom Jobim. Vai aprender a tocar os acordes no teclado ainda, mas prometeu. E pra esse ano.
Um outro prometeu aprender a desenhar com a canhota. Já pensou?
Dos desejos não podemos nem esculhambar como das promessas. Por desejo estaria tocando Villa-Lobos, mas por força de vontade e determinação...
E como é ano de Copa e só vai falar disso na mídia, prometi a mim mesmo não falar disso. Já falando...
Mas é só hoje mesmo, amanhã eu não falo. É só o primeiro domingo do ano mesmo.
Depois eu paro e cumpro as promessas.

Um comentário:

Cristina Maria disse...

Eu prometo acompanhar seu blog com a frequência da sua produção...rsrsrs...é que gostei do blog mesmo, promessa é promessa...